28 setembro 2006

Histórias dos alunos da professora Cristiana

Os alunos da professora Cristiana da E.M. Flávia Dutra começaram a estudar muito cedo e foi o maior chororô. As histórias estão bem interessantes. Vale a pena ler!

Prof. Andréa


"Eu tinha 2 anos quando eu comecei a estudar. O meu primeiro dia de aula e o da minha prima Thais. Quando comecei, a minha mãe tinha que ficar comigo porque eu chorava muito, a professora era um anjo da guarda. Conheci muitos amigos, brincamos, cantamos e dançamos estava na hora de ir embora só que não queria ir e eu fui à força."

Billian


"No meu primeiro dia de aula eu fiquei com medo, pois eu não conhecia quase ninguém só mais ou menos minha professora Argélia, ela era muito legal e gentil comigo e meus amigos.
Meu primeiro desenho com ela foi uma árvore cheia de frutas e foi a árvore mais bonita que eu conheci.
Meus amigos me chamaram para brincar com eles de montar casinha com os brinquedos que a professora dava, brincamos muito tempo e a bateu o sinal para o recreio então nós brincamos juntos de pique. Quando bateu o sinal para entrar para a sala nós entramos e ela ensinou os números de 1 até 10. Eu e meus colegas tivermos um pouquinho de dificuldade, mas a professora ajudou a gente.
Quando estava na hora de ir embora eu chorei porque eu gostei muito de estudar com a tia Argélia. Aí minha mãe me falou que amanhã eu iria voltar.
Chegando em casa eu contei para todo mundo o meu primeiro dia de aula."

Débora M. Silva


"No meu primeiro dia de aula eu fiquei nervoso. Quando eu entrei dentro da sala minha mãe falou que ia ficar lá fora e eu comecei a chorar. Foi quando vi um menino dentro da sala, ele estava brincando de carrinho então, eu parei de chorar e fui brincar com ele. Minha mãe que é espertinha foi embora de fininho e eu nem vi. Depois a tia deu carrinho, motinha e um brinquedo de montar castelo, perguntou como me chamava, quantos anos eu tinha e quando acabou a aula fui embora com a minha mãe."

Robert

2 comentários:

Gilberto e Marquinho disse...

oi Robert
gostei do seu
texto
ele é muito legal.

ROBERT disse...

GILBERTO E MARQUINHO OBRIGADO PELO ELOGIO.